quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Na Sex-Shop


Após uma recente visita a uma sex-shop no Porto, descobri que o meu imaginário sexual é muito simples e que estou verdadeiramente longe de me tornar um pervertido. Em animada conversa com a empregada da loja, foram-me relatadas histórias de travestis que se masturbam compulsivamente, vibradores que se perdem nas entranhas de homossexuais mais empolgados e que certas pessoas usam dildos quotidianamente como uma espécie de rolha devido à sua extrema dilatação anal.
Afinal de contas, sou um tipo muito certinho...

8 comentários:

TOUCH disse...

Não conseguiremos nunca atingir os limites da imaginação e da sociedade..a qualquer altura há um vicio novo, uma ideia completamente maluca às ideias de qualquer pessoa normal..
Mas é bom ser maluco não é?
E estas idas à Sexshop dão-nos sempre novas ideias, é sempre de aproveitar

Beijo e abraço

LEO disse...

E isso tudo deve ser so o começo das historinhas!
LEO

Lovely Miss D disse...

Bem...a última parte do dildo a fazer de tampão...que horror!

Vontade de disse...

Credo... que horror. Eu vou a uma sex shop no Porto para a semana... ;)

doiSabores disse...

a imaginação e as fantasias levam as pessoas a ultrapassar os limites..
Mas não te preocupes...Nao es o unico certinho...lol
Beijos saborosos

pontorouge disse...

rs

há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe nossa vã filosofia... ou algo do tipo.

beijo rouge

Dani

Imperator disse...

Bernardo, só Homossexuais com vibradores perdidos?

Olha que também há muita senhora que consegue perder... o equipamento de entretimento...

Em Santo Tirso há uma engraçada, junto aos Bombeiro Amarelos (não tenho qualquer tipo de comissão)

{ÍsisdoEgito}JZ disse...

kkkkkkkkk

Eu te juro que fiquei imaginando aqui, a rolha sendo usada...cansada de tanto rir....

Beijos carinhosos,

ÍsisdoJun