sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Voz do Coração


Posso encontrar-te...

Posso encontrar-te na brisa do tempo
Posso descobrir-te num riso que passa
Posso eu lembrar-te no som das palavras
Posso eu despertar-te noutro sitio qualquer
Posso eu perder-te se nunca te encontrei
Posso eu amar-te no silêncio da noite
Posso entender-te no barulho das ruas
Posso eu cantar-te nas viagens da vida
Ainda que o meu riso seja a voz do coração.

4 comentários:

LEO disse...

Delicia de foto de de poema
Bom final de semana!

LEO

Millady disse...

Apaixonado, meu amigo?
Não sabia que também fraquejavas :)
beijo doce

Secreta-Mente disse...

Que bonito e sensual... amei.

Libertya... disse...

posso eu... dizer-te que adorei?
da foto ao poema, harmonia e sintonia, do principio ao fim!
santa alma a que te faz escrever assim.
bjs libertos em ti