quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Respiro o Teu Corpo


Respiro o teu corpo:
sabe a lua-de-água
ao amanhecer,
sabe a cal molhada,
sabe a luz mordida,
sabe a brisa nua,
ao sangue dos rios,
sabe a rosa louca,
ao cair da noite
sabe a pedra amarga,
sabe à minha boca.

[Eugénio de Andrade]

6 comentários:

MisterCharmoso disse...

Gostei do que li...Gostei do pormenor de saber a rosa louca...Deixaste-me a pensar

segredo disse...

Isso sim é respirar;) K bom ter o corpo de quem queremos a saber ao nosso e vice versa!
Beijinho de lua*.*

Rodrigo e Nina disse...

Estou adorando esse blog, já adicionei aos meus favoritos. Aguardo anciosamente a continuação da história da Magda.

Bjs,
Nina.

Palma da Mão disse...

Uma escolha deliciosa, uma imagem linda e sensual, fazem dest post talvez a menina dos olhos do Trópicos Motel, adorei mesmo, parabéns:)
beijinhos

My Unsaid Secrets disse...

Parece que sim, passei de um extremo a outro.
Beijo bom.
S.

Venus in red disse...

Lindo!



Basium