quarta-feira, 11 de março de 2009

Como você pediu

Fiz como você me pediu. Em meio ao trabalho na pousada quis mantê-lo em mim. Ao receber sua mensagem por e-mail, dei uma pausa na reunião. Você me pedia para que eu me tocasse e dava-me orientação que sempre me excita seguí-las.
Ao sair de minha sala passei por um grupo de turistas, que conversavam entre si e torci para que não me chamassem, pois um deles já havia estado comigo para que eu resolvesse um problema nada fácil. Acenei e segui.
Tranquei-me no toillete mais próximos. As vozes chegavam até mim. Tive que me concentrar em você para poder continuar. Antes de entrar no reservado levantei o vestido diante do espelho e puxei a calcinha para o lado como você falou. Queria ver -me no espelho grande. Vi e gostei.

Ao entrar me encostei na parede e fui explorando do ânus ao clitóris. Logo estava deslizando meus dedos e sentindo o grelinho aumentar. Lembrei de sua língua me invadindo. Por um instante tive a impressão que você estava atrás de mim, como gosto de senti-lo. Minha buceta começou a pulsar com mais intensidade e não deu nem para interromper e reiniciar como gosto de fazer. O gozo veio intensamente. Voltei a escutar a algazzara no corredor. Lavei as mãos. Enxuguei o suor do rosto. Respirei fundo e satisfeita saí com a cara de mulher respeitável .

5 comentários:

DESIRE disse...

E a mim quem me enxuga depois de vos ler?! Uiiiiiiiiiiiiiiiii que calor!
Beijos prometidos

Moura ao Luar disse...

Aiiiiiiiiiii que provocação!!!! Mesmo à distância mantêm bem aceso o desejo

Ventas e Xana disse...

hummm...... q deliciosa preversão...

bjs

Erica Maria disse...

Gostei mt daqui!

Estou te linkando e estou a te seguir tb!

Voltarei sempre!

Bjooo!

NUNIX disse...

muito bom de saber destas boas formas de autosatisfação! é lindo....lindo!
bjoooo
ps-vou voltar!